Bienvenido a la nueva edición digital de La Aldaba

Os Termas programam um dos festivais mais importantes do verão

Monfortinho, a 6 de julio de 2022

Joana Semião – Tradução
TERMAS DE MONFORTINHIO (PO)

O evento terá 50 atividades, entre as quais se destacam a música, gastronomia, a cultura e intercâmbios entre Espanha e Portugal, será de 15 de julho a 25 de setembro

As Termas de Monfortinho, na região da Beira Baixa (Portugal), organizam um grande festival de música, cultura e convívio local, para os próximos meses de julho, agosto e setembro. O administrador do complexo termal, um dos mais importantes de Portugal, António Trigueiros de Aragão, explicou na apresentação do evento que “é um festival inovador, moderno, muito atrativo para todos os públicos da zona da Beira Baixa e a zona vizinha da província de Cáceres. Será único e extraordinário, porque Monfortinho está na moda e vai virar moda”.
O Festival Termas de Monfortinho conta com mais de 50 atividades, que se distribuem entre 15 de julho e 25 de setembro. “Será o maior Festival da Beira Baixa e será gratuito para o público que quiser assistir”, comentou António Trigueiros de Aragão.
O projeto nasceu há um mês e resulta de uma colaboração entre o complexo termal das Termas de Monfortinho, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, a Filarmónica Idanhense, a Entidade Regional de Turismo do Centro e a Associação Ibérica de Turismo do Interior.
Por outro lado, o diretor do festival, Miguel Martins, afirmo una apresentação que “não queremos que o evento seja só para Monfortinho ou Idanha-a-Nova, mas para Portugal inteiro e para os vizinhos espanhóis, que queiram vir desfrutar dele neste verão”.
Miguel Martins destacou, ainda, que o balneário termal quer que “o evento se consolide para o Centro de Portugal e a zona espanhola, que são nossos vizinhos por natureza. Trabalhamos sempre a pensar em Espanha e a comunicação sobre o Festival Termas de Monfortinho também está a decorrer lá”.
O autarca de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, afirmou a grande importância do evento festivo e destacou que as Termas de Monfortinho é “um dos melhores complexos termais da Europa”.
O presidente do Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, comprometeu-se, com a organização do festival e com a Câmara Municipal, a ajudar, cada vez mais, a catapultar a ambição que este importante evento cria. Machado lembrou ainda que, “em 2013, a Beira Baixa registou 104.000 dormidas; em 2019, chegaram a quase 170.000.
Hoje, a percepção do Interior é positiva. Hoje, Interior significa qualidade de vida, tempo, serenidade, oportunidades e uma nova territorialidade. Estes territórios representam um valor, hoje e no futuro”, disse. O responsável pelo Turismo, explicou também aos presentes que o interior “tem uma oferta equilibrada entre as expectativas do cliente que queremos captar e o serviço que somos capazes de prestar. Para atrair turistas, o entretenimento é um ponto de honra, para que os turistas possam permanecer mais tempo no nosso território.»

Etiquetas de noticias
Compartir noticia